trans('Top')
Curso
Otimização Industrial
 

Metodologia dos 5 S's

Ref.: GI5S

  • Horas
    20
  • Tipo de curso
    Presencial
Ações disponíveis
Porto 07-09-2018 Laboral (9h-18h) 600,00 EUR Inscrever
Lisboa 14-09-2018 Laboral (9h-18h) 600,00 EUR Inscrever
Porto 11-10-2018 Laboral (9h-18h) 600,00 EUR Inscrever
Lisboa 18-10-2018 Laboral (9h-18h) 600,00 EUR Inscrever
Notas:
  • Aos valores apresentados acresce IVA à taxa legal em vigor;
  • Oferta da taxa do IVA aos clientes particulares;
  • A ATA reserva-se ao direito de não realizar as ações de formação sempre que não seja atingido o número mínimo de 5 participantes;
  • Garantia de realização da ação de formação: Se pretender desde já garantir a realização da ação de formação basta que no momento da inscrição indique nas observações que pretende essa garantia. Implica o pagamento de 5 inscrições.
Política de cancelamento:
Após a confirmação da realização da ação de formação por parte da Abaco Evolution os eventuais cancelamentos devem ser realizados por escrito para geral@abaco-ta.com, considerando as seguintes situações:
  1. Cancelamentos efetuados com pelo menos de 72 horas de antecedência face ao início do curso, implicam o pagamento de 25% do valor total do curso;
  2. Cancelamentos efectuados com menos de 72 horas de antecedência face ao início do curso, implicam o pagamento de 50% do valor total do curso;
  3. O não cancelamento antecipado implica o pagamento integral do valor total do curso;
  4. A não frequência, por motivos de força maior, possibilita a transferência da inscrição realizada para nova ação do mesmo curso.
 

Enquadramento

5 S's é uma referência a uma série de cinco palavras japonesas que, transliteradas para o alfabeto latino, se iniciam com a letra “S”.É por vezes adaptado ao português como “cinco sensos”. 
Esta série dá nome a uma metodologia geralmente interpretada como uma “organização padronizada”, embora a metodologia seja mais do que uma simples organização. 
Trata-se de uma filosofia e uma maneira de organizar e gerenciar o espaço de trabalho com o propósito de melhorar a eficiência através da eliminação de materiais não mais usados, melhorando o fluxo de trabalho e mitigando os processos desnecessários.

Objetivos gerais

No final da ação os formandos ficarão aptos a implementar a metodologia dos 5 S's, nomeadamente a desenvolver um conjunto de atividades com vista à organização, limpeza, conservação e arrumação dos postos de trabalho.
Esta metodologia contribui para uma diminuição da taxa de acidentes e incidentes de trabalho, para um aumento da qualidade e para a diminuição de custos.

Conteúdos programáticos

1. Conceitos Básicos dos 5 S's
     1.1. Origem dos 5 S's.
     1.2. O que é o programa 5 S's.
     1.3. Objetivos e estratégias do programa 5 S's.
     1.4. Obstáculos ao programa 5 S's.

2. Os 5 S's 
     2.1. SEIRI (Organização): “O que é necessário para o meu trabalho?”
     Senso de utilização. Refere-se à prática de verificar todas as ferramentas, materiais, etc. na área de trabalho e manter somente os itens essenciais para o trabalho que está sendo realizado. Tudo o mais é guardado ou descartado. Este processo conduz a uma diminuição dos obstáculos à produtividade do trabalho.
     2.2. SEITON (Arrumação): “Cada objeto está no seu lugar devido?”
     Senso de organização. Enfoca a necessidade de um espaço organizado. A organização, neste sentido, refere-se à disposição das ferramentas e equipamentos numa ordem que permita o fluxo do trabalho. Ferramentas e equipamentos deverão ser deixados nos lugares onde serão posteriormente usados. O processo deve ser feito de forma a eliminar os movimentos desnecessários.
     2.3. SEISO (Limpeza): “Está tudo limpo e pronto a funcionar?”
     Senso de limpeza. Designa a necessidade de manter o mais limpo possível o espaço de trabalho. A limpeza, nas empresas japonesas, é uma atividade diária. Ao fim de cada dia de trabalho, o ambiente é limpo e tudo é recolocado nos seus lugares, tornando fácil saber o que vai onde, e saber onde está aquilo o que é essencial. O foco deste procedimento é lembrar que a limpeza deve ser parte do trabalho diário, e não uma mera atividade ocasional quando os objetos estão muito desordenados.
     2.4. SEIKETSU (Higiene): “ Estão a ser aplicados os padrões definidos?”
     Senso de padronização. Refere-se à padronização das práticas de trabalho, como manter os objetos similares em locais similares. Este procedimento induz a uma prática de trabalho e a um layout padronizado.
     2.5. SHITSUKE (disciplina, manutenção a longo prazo): “Como posso manter a longo prazo, a organização e a limpeza?
     Senso de auto-disciplina. Refere-se à manutenção e revisão dos padrões. Uma vez que os 4 Ss anteriores tenham sido estabelecidos, transformam-se numa nova maneira de trabalhar, não permitindo um regresso às antigas práticas. Entretanto, quando surge uma nova melhoria, ou uma nova ferramenta de trabalho, ou a decisão de implantação de novas práticas, pode ser aconselhável a revisão dos quatro princípios anteriores.
     2.6. O 6ºS - SETSUYAKU (economia)
     2.7. Os outros S's: SHIKARI (determinação) e SHIDO (educação e formação). 

3. Metodologia dos 5 S's nas organizações
     3.1. Os 5 S's no dia a dia das organizações: análise de benefícios.
     3.2. Indícios de 5 S's - Exemplos práticos.
     3.3. Fatores críticos de sucesso do programa 5 S's.
     3.4. A transformação da metodologia 5 S´s num hábito (5 S´s efectivo).
     3.5. A metodologia 5 S´s enquanto medida preventiva (5 S‘s preventivo).

4. Metodologia para implementação de um programa 5 S's
     4.1. Fases para a implementação.
     4.2. Equipa de trabalho.
     4.3. Implementar.
     4.4. Listas de verificação.
     4.5. Análise de benefícios.

Destinatários

Este curso é destinado a responsáveis de produção, gestores de processo, encarregados e técnicos que pretendam adquirir competências para implementar a estratégia 5 S's.

Pré-Requisitos

Este curso não apresenta requisitos de acesso.

Modalidade de formação

Formação de  aperfeiçoamento/ reconversão.

Organização da formação

Formação presencial.

Metodologias de formação

- Expositiva.
- Interrogativa.
- Demonstrativa.
- Ativa.

Critérios e metodologias de avaliação

- Avaliação inicial através de questionário de avaliação de diagnóstico inicial.
- Avaliação da aprendizagem através da realização de um ou mais testes de avaliação e/ ou trabalhos.
- Avaliação comportamental através de uma grelha de observações que avalia atitudes e comportamentos dos formandos ao longo de toda a formação.

Recursos pedagógicos

- Apresentações multimédia (PowerPoint®).
- Textos de apoio (exercícios práticos).
- Manual de apoio à aprendizagem.

Espaços e equipamentos

- Sala tipo "escola".
- Televisor.
- Quadro branco.

Público alvo

- Jovens e adultos à procura do 1º emprego.
- Ativos empregados.
- Desempregados de curta duração.
- Desempregados de longa duração.

Ao avançar está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade